Espaço do aluno:

Notícias

Dia do professor: entenda por que há duas datas comemorativas

@Fonte: Correio Braziliense

Quarta, 14 de outubro de 2020

Berço de grandes pensadores da educação como Anísio Teixeira, Darcy Ribeiro, Florestan Fernandes e Maria Nilde Mascellani, o Brasil celebra a profissão de professor no dia 15 de outubro. Entretanto, o exercício do magistério também é celebrado nesta segunda (5/10), graças ao calendário da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

É que o dia cinco de outubro marca o aniversário do Estatuto do Professor. O documento fala sobre os padrões mínimos de preparação, recrutamento, emprego e condições de trabalho para o professor. “A docência deve ser considerada uma profissão: é uma forma de serviço público que exige dos professores conhecimentos especializados e competências especializadas, adquiridas e mantidas através de um estudo rigoroso e contínuo”, é um dos princípios orientadores da resolução.

O documento fala também que é dever dos países signatários garantir liberdade profissional aos professores, estrutura organizacional que possibilite ascensão de carreira, condições para pactuar salários e formas de trabalho, tempo para planejamento das aulas, horários e número de alunos em sala de aula pré-determinados, além de outros pontos.

Embora a data seja celebrada mundialmente pela Unesco desde 1994, só em 1996 o Estatuto do Professor foi assinado, na sede da organização, em Paris. Neste ano, a comemoração tem o tema Professores: Liderando em crise, reimaginando o futuro, para ressaltar os esforços desses profissionais durante a pandemia da covid-19